Clima de Nova York mês-a-mês

Muitas pessoas chegam ao nosso blog buscando por informações sobre o clima da cidade, desde “clima em ny” a “quando começa a primavera em ny” ou mesmo “como é o clima de ny em setembro”. Já falamos um pouco sobre o clima em outros posts, mas como as buscas às vezes são específicas, vou tentar ser específica também. Aqui tem um resumão mês-a-mês, com links para os posts específicos daquele mês. Aparentemente, esse vai ser um projeto longo… Logo, esse post aqui vai ser editado várias vezes…

1. Como é o clima em Nova York em janeiro?

Frio. Bem frio. Janeiro é o mês mais frio em NY. Ao menos, ao longo do mês, a temperatura é relativamente estável, podendo variar entre -10 e 0 graus. Em alguns dias, a temperatura varia menos (-2 a 5 graus), mas ela pode variar bastante, mais de 10 graus (esse ano, variou de 16 durante o dia para -1 à  noite). Nessa época é muito importante saber a temperatura para que você se vista adequadamente. Os dias são curtos (9 a 10h de sol) e pode nevar em alguns dias. Mais dicas sobre o clima em janeiro nesse post aqui.

2. Como é o clima em Nova York em fevereiro?

Hum… tá faltando. Vou escrever em breve. Mas, resumão: muito parecido com janeiro, mas com um pouquinho mais de chance de nevar.

3. Como é o clima em Nova York em março?

Frio. A temperatura não varia muito, fica em torno dos 0-5 graus, podendo ter alguns dias abaixo de zero e outros podem chegar até 12-15 graus (poucos dias). Os dias são longos (11:30-12:30h de sol) e pode chover (~10 dias/mês). Normalmente não neva, mas ao norte da cidade, as estações de esqui ainda estão abertas. Para quem quer esquiar, ainda dá tempo! Mais detalhes sobre o clima de NY em maço aqui.

4. Como é o clima em Nova York em abril?

Eita. Tá faltando. Resumo: Frio (5-18 graus), 13-14h de sol, pode chover.

5. Como é o clima em Nova York em maio?

Ótimo. Friozinho. Resumo: 14-15h de sol, friozinho (10-23 graus), chove pouco.

6. Como é o clima em Nova York em junho?

Friozinho, de 18-23 graus, em média. Alguns dias podem ser mais frios (~12-15) ou mais quentes (~25-30). Os dias são longos (15h de sol) e pode chover (cerca de 10 dias no mês, mas quando chove, chove bastante). Se você está pensando em vir à Nova York em junho, não deixe de ler o nosso post sobre o clima em junho.

7. Como é o clima em Nova York em julho?

Quente. Muito quente. Julho é uma época boa de se visitar a cidade, mas é o mês mais quente do ano. Alguns dias são quentes-bons, mas vários são quentes super-quentes, com 1 ou 2 ondas de calor no mês. Em geral, as ondas de calor duram 3-4 dias (exceto esse ano, quando duraram cerca de 7-8 dias, cada). Nesse dias, a temperatura pode chegar aos 40 graus nas piores horas e as estações de metrô ficam infernais. MAS, apesar do calor, são poucos dias infernais assim. E mesmo quando está quente, em geral os dias estão lindos. Apesar da precipitação média da cidade ser a mesma durante o ano inteiro, em julho pode ter as tempestades de verão. Mais detalhes sobre o clima nessa época, aqui.

8. Como é o clima em Nova York em agosto?

Quente. Assim como em julho, agosto ainda é verãozão em NY mas, em geral, sem as ondas de calor. Apesar da temperatura alta na primeira metade do mês, a partir da segunda quinzena os dias podem começar a nublar. Os dias são mais quentes, com temperaturas variando entre 25-30 graus (praia!) e as noites mais agradavelmente frescas, por volta dos 20 graus. Os dias ainda são longos (14 a 13h de sol) e pode chover em alguns dias, mas temporal mesmo só 1 a 2 vezes no mês. Mais detalhes sobre o clima de NY em agosto aqui.

9. Como é o clima em Nova York em setembro?

Eita, tá faltando também! Mas é parecido com junho: friozinho (15-24 graus, mais quentinho no começo, mais frio no final), chove pouco, dias médios (13 a 12 horas de sol).

10. Como é o clima em Nova York em outubro?

Varia, desde dias quentes a dias frios. A medida que o final do mês vai chegando, mais frio vai ficando. Traga um casaco (leve, tipo moleton mesmo), camisetas, uma bermuda/saia e calça jeans. Alguns dias você pode sair estilo verão, outros dias estilo outono, outros dias, estilo chuva. Os dias vão ficando mais curtos, com cerca de 11:30 (começo do mês) a 10:30 (final do mês) horas de sol. Mais detalhes aqui.

11. Como é o clima em Nova York em novembro?

Frio, mas sempre um frio agradável. Como em outubro, a medida que o final do mês vai chegando, mais frio vai ficando. Traga um casaco médio (ou um leve, desde que você também traga suéters mais pesados), camisetas de manga comprida, um suéter médio (pode ser um suéter de lã fina/média, ou um moletom), e calça jeans. Essas peças permitem que você se vista em camadas – mais camadas a medida em que esfria… Mais detalhes aqui.

12. Como é o clima em Nova York em dezembro?

Frio. É um pouco melhor do que janeiro porque a temperatura média é acima de 0 graus. Normalmente não neva, mas pode nevar mais pro final do mês e chove pouco. Os dias ainda são curtos (cerca de 9h de sol). Se você estiver vindo à NY nessa época, não deixe de ler nosso post completo sobre o clima em dezembro.

O que perguntar e não perguntar ao BAcR

Já repetimos mil vezes aqui que o nosso blog é apenas para a nossa diversão. Começamos o blog para as nossas famílias e amigos saberem um pouco mais das nossas vidas aqui mas, com o passar do tempo, fomos tendo cada vez mais visitas de pessoas fora dos nossos círculos sociais – vocês, queridos leitores – que buscavam aqui dicas sobre NY. Daí, mudamos um pouco a direção do blog, que se tornou mais “utilidade pública”, com dicas para aproveitar mais a cidade.

Adoramos ajudar nossos leitores e tirar suas dúvidas. Várias coisas ficaram mal explicadas nos posts e MUITA coisa não foi nem tocada ainda no blog. Se esse é o caso, por favor, pode escrever sua pergunta/dúvida nos comentários que tentaremos responder. Mas, tenha em mente que nós trabalhamos e estudamos o dia todo, todos os dias da semana, e nem sempre temos tempo de responder aos comentários. Se isso acontecer, dá uma passadinha na nossa página no FB (link no lado direito da página) que talvez lá seja mais rápido. OU eu não respondi porque não quis mesmo. Isso acontece com frequência. Veja porque:

O BAcR (ou melhor, EU) não respondo a perguntas e comentários que…

  1. … perguntam sobre como vir morar ilegalmente aqui. Please, stop asking.
  2. … perguntam como viemos parar aqui. Já contamos essa história. Se é isso que você quer saber, perca um tempinho e procure essa informação nos posts antigos.
  3. … já foram respondidos em posts anteriores. NÃO faça perguntas antes de procurar as respostas nos posts anteriores. Quer saber sobre o clima? Leia os posts sobre o clima. SE você não achar o que procura, seja específico na resposta. “Procurei dicas sobre o clima em janeiro, mas não encontrei.”. Não escreva simplesmente “Como é o clima em época tal?” antes de procurar a resposta aqui. Eu não respondo a perguntas que eu SEI que a resposta está no post. Camon, pipol!
  4. … são mal educados. Nós não temos obrigação de tirar suas dúvidas. Estamos fazendo um favor. Não custa nada ser gentil nas perguntas e comentários. “Favor informar os preços atualizados do táxi”. Oi? a) Vc pode procurar isso na net. E b) se você está com preguiça de procurar, pelo menos peça ajuda com gentileza.
  5. … estão em lugares errados (o que eu entendo como “não li o seu blog, só quero a resposta direto na minha mão”). Não peça dicas sobre uma coisa em posts sobre outra coisa. Quer saber sobre o clima? Faça perguntas nos posts sobre o clima, e não no post do metrô. Quer saber sobre como chegar em Manhattan vindo do JFK? Pergunte isso no post sobre como chegar em Manhattan vindo do JFK e não no post sobre o MoMA.

Muito obrigada pela atenção dispensada. :)

Passeando pela Times Square: loja da M&M

IMG_20130915_200417Um dos pontos mais fofos da Times Square é a loja da M&M (M&M’s World). Daniel não curte muito a loja porque acha que eles estão forçando muito a barra quando querem que os bonequinhos deles sejam ícones mundiais. Eu até concordo. A loja é cheia de coisas dos M&M’s: canecas, porta-M&M, pijamas, blusas, bolsas, coisas para casa e etc. Mas, comprar uma coisa da M&M se você não é fã, pode ser realmente um exagero.

IMG_20130915_200445

MAS, eu adoro essa loja. Não pelas coisinhas, essas não enchem meus olhos, mas pelos M&M’s. Nhaaaaaam… Eles não tem nada demais lá, a não ser M&M’s separados por cor. Ai meu Deus! Fico sempre imaginando as milhares de decoraçõezinhas que eu poderia fazer com M&M’s de cores diferentes. Eles também tem o mix tradicional, o que vem no pacotinho, mas lá você compra tudo no peso. E por até fazer M&M personalizados (com sua foto e combinação de cores que você quiser). Sempre que trago pessoas na TImes Square, eu passo por essa loja. E compro um saquinho mixuruca de M&M’s, já que é comer e engordar 50kg na mesma hora.

IMG_20130915_200350

Se você está passeando com crianças e não quer gastar dinheiro, evite esse loja.

Compras em Nova York: sutiãs e bikinis na Linda

Essa recomendação é para as mulheres e, em especial, aquelas que tem dificuldade em encontrar bons sutiãs/bikinis por aí. Sempre tive dificuldade em comprar sutiã no Brasil e achava que quando chegasse aqui, encontraria opções maravilhosas em qualquer loja. Ledo engano. Mas, depois de fuçar um pouco na internet, descobri a loja da Linda, que é especializa em sutiãs de todos os tamanhos. Yay!

Compro sutiãs na Linda desde que cheguei aqui e nunca me arrependi. Não tenho muita noção de quanto custa um sutiã bom no Brasil, mas eu pago entre $70-$100 e acho um preço médio. Claro que a duração de um sutiã depende do quanto você usa, de como você cuida dele (guarda, lava e seca) e do quanto você variou de peso/forma física. Normalmente eu rotaciono 2 sutiãs de dia-a-dia, 1 sutiã sem alça, e 4 sutiãs de esporte. Eles duram bastante (eu lavo na mão), cerca de 1 1/2 ano. Mas como eu venho comprando faz tempo e nunca compro vários de uma vez só, eu preciso comprar algo novo mais ou menos a cada 6 meses. Quem não tem dificuldade em comprar sutiã tá achando que esse meu post é besteira, mas as meninas peitudas que andam por aí e nunca tiverem um bom sutiã sem alça: corram lá na Linda!

Na verdade, você não precisa ser peituda. O grande lance dos sutiãs daqui (que acho que o Brasil está começando com isso também) é que se tem um tamanho para a largura/circunferência do sutiã e um tamanho para o bojo. Logo, se você tem as costas mais largas e os seios relativamente pequenos, no Brasil, você teria que comprar um sutiã maior (para as costas) e ficar com o bojo folgadinho. Ou comprar o bojo certo e extensores para as costas. Aqui, você compra o tamanho certo para os dois tamanhos, já que pode encontrar sutiãs tamanho 28 (28 polegadas, cerca de 71cm de circunferência) a 56 (142cm), com bojos AA a N. Funciona assim: de sutiã (sem enchimento) você mede a largura das costas, bem na linha da parte de baixo do sutiã. Esse tamanho é a sua largura (exemplo: 76cm = 30in = 30). Depois, você mede na altura dos seios (exemplo: 89cm = 35in). A diferença entre os seios e a largura (nesse caso, 35 – 30 = 5 polegadas) é igual ao tamanho do seu bojo. Diferença <1 polegada = AA, 1 = A, 2 = B, etc. 5 = E. Nesse caso, o seu tamanho seria 30E (mas podendo também provar os tamanho 28F (costas 1 tamanho menor e bojo 1 tamanho maior) ou 32D (costas 1 tamanho maior e bojo 1 tamanho menor). Esses 3 tamanhos tem o mesmo tamanho de bojo. Se é que isso faz sentido…  Voltando à loja…

IMG_20111130_104716A loja fica na 3a avenida, entre ruas 36 e 37. A localização não é especialmente central, mas vale a pena desviar um dia de seus passeios e passar lá. Eu recomendo fazer isso nos primeiros dias da viagem. Além disso, a Linda também tem uma loja online super completa que envia para o Brasil. Não fica a coisa mais barata do mundo comprar via net, por conta do imposto, mas… existe a possibilidade.

O detalhe é que a Linda não é uma loja normal. Você não pode simplesmente aparecer lá e querer ser atendida. Até pode, mas pode ser que elas demorem horas para atender você. Lá funciona por hora marcada, porque elas fazem um fitting, ou seja, uma prova cuidadosa para saber qual o seu tamanho de sutiã, seus gostos e etc. Tente marcar o fitting com cerca de 1 a 2 semanas de antecedência. Mas, se você esqueceu de fazer isso antes de chegar aqui, tente ligar para a loja e marcar uma hora no mesmo dia ou para o dia seguinte. Veja lá no site delas como fazer. Para quem vai pela primeira vez, a prova demora cerca de 30min. Ah, o fitting é de graça e você não é obrigada a comprar nada. Mas é impossível sair de lá sem uma sacolinha :)

Nesse vídeo aqui, ela explica como é o processo do fitting.

Vai por mim, se você é peituda e/ou tem dificuldade em achar sutiãs no Brasil, vale a pena!

Como andar de metrô em Nova York (sem entender inglês) – Parte 5: Identificando trens expressos e locais

Nessa série sobre como andar de metrô em Nova York, já explicamos como comprar o Metrocard (parte 1)como entender o mapa do metrô (parte 2)como decidir qual metrô pegar (parte 3) e como entender as placas no metrô (parte 4). Na parte 5, vamos falar um pouco sobre como identificar os trens expressos e locais.

Antes de causar desespero para as pessoas que acham que vão errar, prestenção: pegar o trem errado não faz mal. Vai te atrasar um pouco, mas assim que você notar que está no trem errado, desça na estação seguinte e pegue o trem certo ou pegue um trem voltando para estação que você estava inicialmente e recomece a jornada. Na maioria das estações é possível fazer a transferência de uptown-downtown de graça, só andando pela estação. Se por acaso você descer numa estação em que isso não é possível ( ou seja, você tem que sair da estação, procurar a estação na direção que você quer ir e pagar outra passagem), você pode pagar uma nova passagem OU você pega o mesmo metrô e desce na estação seguinte para fazer transferência sem pagar passagem. Ficou complicado? Então volta lá e leia a parte 2 dessa série.

Então, na parte 2 falamos sobre o mapa e como a coisa mais importante é sempre saber se você quer ir downtown ou uptown. Depois, na parte 3, demos um “passo-a-passo” de como saber qual metrô pegar e em que estação descer. Então, você já fez isso, mas agora quer saber se você pega o trem local ou expresso.

Imagine a seguinte situação (pega o mapa!): você está na Macy’s (rua 34) e quer ir para o seu hotel, na rua 24, entre a 6a e a 7a avenidas. No mapa, você vê que a estação que você quer descer é a da rua 23, dos trens F e M (linha laranja). Daí, você vê que na estação da rua 34, perto da Macy’s, passa a linha laranja. Yay. Mas aí, você vê que passam os trens B, DF e M. Os trens B e D NÃO param na estação da 23. Logo, eles são expressos e você NÃO quer pegá-los.

Agora, imagine essa outra situação: você está na Times Square (rua 42) e quer ir para a Union Square (rua 14). Você vê as estações próximas à Union Square e vê que as linhas amarela (trens N, Q e R), verde (trens 4, 5 e 6) e cinza (trem L) passam na Union Square. Você vê também que a linha amarela também passa na Times Square. Qual trem você deve pegar? Saber se o trem é expresso ou não, nesse caso, não faz muita diferença, porque os trens passam na estação que você quer descer. MAS, se você sabe que o Q é expresso, você sabe que da Times Square para a Union Square, ele para em apenas 1 estação (a 34), logo, ele é bem mais rápido que os demais.

Então, saber se o trem é expresso ou não não é fundamental. Mas, como identificar os trens?

  1. Leia o mapa do metrô: as estações com bolinha preta são estações onde apenas as linhas locais param. Se você está indo para essa estação, os trens que passam ali são trens locais (ou seja, param em todas as estações naquela linha). Se a estação é uma bolinha branca, é uma estação onde trens locais e expressos param. Trens que param apenas em bolinhas brancas são expressos.

    IMG_20130603_125137

    Nessa foto vocês conseguem ver uma plataforma no meio (onde está a lata de lixo) e trilho dos dois lados da plataforma. Nesse caso, a estação era dividida por direção dos trens (downtown, na plataforma em que eu estava quando tirei a foto, e uptown, a plataforma em que estão as pessoas na foto).

  2. Preste atenção às placas na estação: em algumas estações as plataformas aqui são divididas entre trem local ou expresso. Em estações assim (como a 34-Penn Station, para a linha vermelha), antes de pegar a escada para a plataforma, você precisa decidir que trem (expresso? local? tanto faz? – ps: se tanto faz, vá para o expresso) você quer pegar. Vá para a plataforma do respectivo trem e preste atenção em qual lado (qual trilho) está indo uptown ou downton. Em outras estações, como a Times Square ou a Union Square, as plataformas são divididas pela direção do trem, uptown ou downtown. Em estações assim, você primeiro precisa saber a direção em que você está indo (uptown? downtown?). Vá para a plataforma dessa direção. Agora, você precisa saber que trem(ns) você pode pegar e espere por esse(s) trem(ns).

    IMG_20130603_125112

    Na mesma estação que eu mostrei na foto anterior (plataformas divididas por direção do trem), na mesma plataforma passam os trens expressos, de um lado, e locais, do outro. Daí, antes de pegar o trem, preste atenção na placa em cima dos trilhos.

  3. Fale condutês: quando estiver entrando num trem, preste atenção ao que o condutor está falando. Ele SEMPRE diz se é local ou express, e qual vai ser a próxima estação. Se ele disser express, o trem é expresso :).
  4. Pergunte. Aprenda a falar “local” (lôcal) e express (équispréss) e pergunte a qualquer pessoa na estação. Basta dizer local que eles vão entender o que você quer saber e vão dizer para qual lado você deve ir.
  5. Se, por algum motivo, você estiver no Queens e for pegar a linha roxa (trem 7) ou no Bronx e for pegar a linha verde (trem 6): na sinalização na frente e laterais do trem, se o número estiver dentro de um círculo, ele é local. Se estiver num losango, ele é expresso. Mas aí, se você não estiver pegando o 7 para dentro do Queens ou o 6 para dentro do Bronx, não se estresse com isso.

O resumo é: você já tem tanta coisa pra se estressar quando está viajando, que a última coisa que você quer é mais estresse. Em vez de focar em qual trem é expresso ou não, foque em qual trem eu posso pegar? 

Essa série de posts sobre como andar de metrô em NY (sem entender inglês) foi dividida em 5 partes:

Comidas tradicionais em NY: cupcakes

3550211004_4d004dbb70_zOs cupcakes (ou bolinhos, como diz o meu sobrinho) são típicos dos Estados Unidos, como um todo. Em Nova York a moda não é nova, mas se dá principalmente ao seriado Sex and the City. Em alguns episódios da série, a personagem Carrie (Sarah Jessica Parker) apareceu saboreando cupcakes da Magnolia Bakery, aqui em Nova York. Com isso, a Magnolia Bakery ganhou fama e hoje em dia é uma das lojinhas de cupcake mais visitadas da cidade, com 5 lojas espalhadas pela cidade. Se você quer tirar a foto no mesmo lugar que a Carrie comia o cupcake, corre para a fachada da Magnolia no West Village. Se você quer um bom cupcake, a Magnolia não é exatamente o seu lugar ideal.

3550202118_428823387e_z

Dizem as más-línguas que, depois da fama no S&tC, a qualidade dos cupcakes da Magnolia Bakery caiu. Quando chegamos aqui, em 2007, a loja já era MUITO famosa, então não posso dizer se isso é realmente verdade. Mas um dos pontos extremamente negativos da loja é que ela é sempre cheia, com filas quilométricas. Será que vale a pena enfrentar 30-45m de fila por um bolinho?

Na minha opinião, não. Não vale. Já provamos cupcakes de vários lugares e o da Magnolia não é excepcionalmente melhor. Na verdade, acho que os da Billy Bakery são os melhores da cidade. Mas isso vai do gosto de cada um. No fundo, não sou muito fã do bolinho… acho o bolinho sem gosto e a cobertura (icingmuito doce. Mas eu acho que é uma comida tradicional de NY (e dos EUA) que merece ser provada. Os bolinhos em tamanho tradicional custam em média $3-$4. Vale a pena comprar um e dividir com a turma (a não ser que tenha uma formiga no grupo…).

IMG_20121005_183822

Cupcake feito por nós, numa aula na ButterLane

cupcake tradicional tem o bolinho de baunilha (vanilla) ou chocolate, com cobertura (icing ou frosting) de baunilha ou chocolate. Essa cobertura típica é feita com manteiga e açúcar de confeiteiro. Muito doce. Outros bolinhos tradicionais são o de cenoura (carrot cake) ou o red velvet (que é um bolinho com um pouco de chocolate e bastante corante vermelho) com cobertura de cream cheese. Esses são os tradicionais. Mas, hoje em dia você encontra muito mais tipos de bolinhos e coberturas, como banana, nutella, coco, limão, etc.

Se você estiver por aqui, vale a pena prova um bolinho. Mas, se você estiver na Magnolia Bakery, pule o cupcake e prove o creme de banana (banana pudding). Vale MUITO mais a pena! A listinha das melhores lojas de cupcake da cidade:

  • Two Little Hens: 1652 2nd Avenue (2a avenica com rua 86).
  • Butter Lane123 East 7th St. (rua 7, entre avenidas 1 e A). Essa lojinha é considerada a loja de cupcakes para adultos, com sabres tradicionais com um toque moderno. São bem bons mesmo. Ela também oferece aulas de cupcake (2h). Se seu inglês for médio, pode tentar fazer uma aula. Já fizemos e achamos bem divertida! E você leva um horror de cupcake de volta pra casa. Dá uma olhadinha no site deles para ver os preços…
  • Billy’s bakery184 9th Avenue (avenida 9, entre ruas 21 e 22).

Resultado da promoção Tour na Big Apple

Ontem foi o dia combinado com os ganhadores da promoção Tour na Big Apple. Apesar deles terem sido os sorteados, eu acho que eu quem tirei a sorte grande! O Fábio e a Priscila foram muito legais! Eu adorei o passeio! E eles ainda são uns fofos e me trouxeram uma lembrancinha de Floripa! <3

Figura do Boi-de-Mamão

Figura do Boi-de-Mamão

O dia estava lindo!!! Não poderíamos ter escolhido um dia melhor! Planejamos um passeio começando pelo MoMA, seguindo para a escultura Love, um pedacinho da 5a avenida, passeio pelo Central Park, terminando no Strawberry Fields e o prédio Dakota. De lá, descemos pela Central Park West, passamos pelo Columbus Circle e terminamos o passeio onde começamos.

IMG_20130918_112156

Fonte Bethesda – Central Park

IMG_20130918_114031

Mosaico no Strawberry fields – Central Park

Novamente, obrigada Priscila e Fábio, pelo passeio maravilhoso!