Provas

O blog tá meio parado porque eu dei uma apertada nos estudos. Menos tempo na net e na tv, mais tempo estudando. Assim, o blog ficou às moscas. Continuará assim, caros. Tenho que apertar nos estudos… é meio sacal, é verdade, mas, tenho que tentar me dar bem nas provas 🙂

Pra quem não sabe, sábado, dia 16, fiz a prova do TOEFL. Ainda não recebi o resultado (vai demorar), mas não fui muito bem e já estou psicologicamente preparada para ter que fazer mais um. A prova é longa, cansativa e idiota. Você precisa ler uns textos e responder a mais ou menos 14 questões de cada um (20 minutos pra ler e responder as questões de cada texto). Parece fácil, mas eles fazem questão de usar uns textos meio confusos e confunir nas respostas. Atenção a mil, com o tempo correndo. Depois de 3 textos, vêm os áudios. Você escuta a partes de leituras acadêmicas ou diálogos e responde 4 a 5 questões pra cada. São 6 áudios. E vc tem 20 minutos pra responder (eles não contam o tempo dos àudios, tá?). Vc só ouve uma vez e pode ter certeza de que justo aquela parte que vc não entendeu bem vai aparecer na pergunta. Enfim. Termina isso, 10 minutos de intervalo. Tem que sair da sala e sair do escritório onde é feita a prova pra comer. Mas não pode sair do prédio. Ou seja: come a barrinha de cereal em pé, ao lado da porta. Só pode voltar 10 minutos depois mesmo. Volta, começa a parte de falar. Eles fazem 2 perguntas completamente idiotas, te dão 15 segundos pra pensar e 45 segundos pra responder. Sinceramente, nem em português eu conseguiria responder a perguntas como:

“algumas pessoas têm habilidades com esportes ou com línguas estrangeiras. Fale de uma habilidade sua, com descrição e exemplos.”. A primeira coisa que vc pensa é “PQP. SE eu fosse boa em alguma coisa…” Aí, já passaram 5 segundos com vc pensando no que vc é bom. Bom, eu desisti e sai contando uma história de que eu sempre fiz esportes, jogava vôlei desde criança (e acreditem: eu NUNCA joguei vôlei em toda a minha vida), que isso me ajudou a ter espírito de equipe e blá. Mas que pergunta idiota, hein? e a segunda foi algo do tipo se eu preferia esportes individuais ou em equipe, por que, exemplo. Depois, vc escuta a 2 diálogos. No primeiro, vc explica a situação. No segundo, vc diz o que vc faria. 20 segundos pra pensar, 60 pra responder. Depois vc lê um texto, escuta um diálogo ou leitura e responde, fazendo uma misturada das duas coisas.. Duas vezes. 30 segundos pra pensar, 60 pra responder. Depois, finalmente, vc tem que escrever dois textos. No primeiro, vc lê a um texto e escuta uma aula e responde o que eles pedem. Em geral, é pra resumir a aula e contrapor com pontos do texto. Ou algo assim. 20 minutos. O segundo eles dão uma pergunta (“Vc acha que pessoas que trabalham com negócios soó estão nesse emprego por dinheiro?” – juro, foi essa a pergunta) e vc escreve um texto. 30 minutos. MAS, o detalhe é que eles são cheio de frescuras. Não dizem, mas quando vc pega um dos 400 mil livros com dicas pra essa prova, eles põe a fórmula:

1. Introdução
2. Ponto 1
Detalhe 1
Detalhe 2
3. Ponto 2
Detalhe 1
Detalhe 2
4. Ponto 3 ou Contra-ponto
Detalhe 1
Detalhe 2
5. Conclusão

Acho isso o maior saco, porque eu nunca tive fórmula pra escrever. Mas, enfim.

Depois de 4h, vc sai da sala. E nunca mais que ver essa prova na sua frente… ou vc vê de novo sim 🙂

Aviso quando eu tiver notícias. Agora é só estudar pro GRE. Que depois explico o que é. Acabou meu intervalo. Vou me arrumar pra ir pro médico.

Beijos

P.S.: Isso ficou quase um e-mail…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s