De volta ao passado…

Sábado fomos a uma ilha próxima à ilha de Manhattan, chamada “Governors Island”, aqui:

O passeio para a ilha começa desde Manhattan, onde você pega uma balsa (grátis) e atravessa o rio East para chegar na ilha. A viagem é curtíssima, dura cerca de 7 minutos. As pessoas vão para a ilha fazer picnics, andar de bicileta e assistir a shows. é possível alugar bicicletas para 1 pessoa, para o pai e o filho ou para 4 adultos. 😀 Massa. As pessoas pegam as bicicletas e ficam passeando pela ilha, que tem uma linda vista de Manhattan, Brooklyn e New Jersey. Quando cansam de passear, podem jogar mini-golfe ou fazer o picnic nos parques. Ou ainda, participar do evento que estiver acontecendo lá. Além disso, podem passear por prédios antigos…

Essa ilha foi comprada dos índios por volta da metade do século 17, por um holandês. Apesar de ser um representante do governo holandês na “Nova Amsterdan”, o espertão comprou a ilha para uso pessoal. Não colou. Um ano depois, o governo holandês confiscou a ilha. 😀 Daí, ela ficou entre as mãos dos holandeses e ingleses até que os ingleses ficaram com a bichinha de vez, quando assumiram o controle de “Nova York”. Nessa época, a ilha foi utilizada para servir de residência do governador de “Nova York”, daí o nome da ilha. Depois dos ingleses, os Americanos assumiram o poder da ilha. Ela foi utilizada pelos militares do início do século 19 até 1966. Servindo como base militar, a ilha chegou a abrigar cerca de 3500 pessoas, dentre militares e seus familiares. Na I Guerra, era pra ela que os presos de guerra eram enviados. Bom, a partir de 1966, a ilha foi entregue à Guarda Costeira Americana e as famílias foram removidas. Os prédios ainda estão por lá (casas, bibliotecas, prédios de divisões militares) mas os prédios considerados “não históricos” serão demolidos e ano que vem, a ilha abrirá com outra cara… Os prédios estão fechados, apenas uma casa (que vimos) aberta ao público, apenas com uma exposição de pinturas. Linda, a casa. Tipicamente americana!

Demos uma sorte danada e pegamos um evento ótimo da ilha: anos 20 (ou, como eles chamavam, jazz age). Uma banda tocava músicas dos anos 20, as pessoas foram vestidas a caráter e ficavam dançando  “no salão”. Tinha ainda uma feira com roupas, chapéus, luvas, caixas de chapéus e malas da época e um concurso de tortas. 🙂 Me senti nos anos 20! Eu e os velhinhos que lá estavam, dançando ou tirando fotos. Tinha um velhinho que estava tirando fotos com aquelas máquinas antigas, com um sorriso maior do mundo… tão feliz que dava pena!!! Outros estavam dançando com senhoras e outros com meninas bem mais novas. Lindo de se ver essa integração. E não eram necessariamente conhecidas não! Todo mundo queria dançar… Valeu o passeio e, no próximo, irei a caráter!

Ah, ela fica aberta de março a outubro, então, quem vier nos visitar ano que vem, nessa época, irá conosco conhecê-la.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s