Primeiro Debate

Eu sempre gostei de política. Me envolvi mais nos últimos anos e, como não poderia deixar de ser, chegando aqui em época de campanha presidencial, tive que me envolver. Estou com Obama desde o começo… e acompanhei ao debate ontem, de Obama e McCain.

Já na primeira fala, Obama detonou com McCain, dizendo (dentre várias coisas), que a crise que vivemos hj aqui, nos EUA, é resultado de 8 anos de má administração do governo de George Bush, apoiado pelo senador McCain. (Iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinri). O pobre do vovô foi tentar rebater, mas teve que começar utilizando sua arma sentimental, dizendo que o senador Kennedy está internado e tal. E lá ficou com aqueles olhos pequenos cheios de lágrimas. Alguém pode me explicar o que é isso??? Acho que esses olhos chorosos são na verdade o desepero. Ou alguma doença 😀 Bom, mas, Obama 1! 🙂 Obama, Obama! \o/

Durante todo o debate, McCain estava com uma postura muito tensa, agressiva e desrepeitosa. Obama falava olhando para ele, que mantinha meio que as costas para Obama e não o olhou nos olhos uma vez sequer durante os 90 minutos de debate. Além disso, educado e com classe, Obama o deixava falar no seu tempo e respeitava o tempo permitido para sua fala. Se McCain o acusava de alguma coisa (ou melhor, quando McCain continuava o acusando…), Obama levantava o dedo pedindo pra falar, como menino pequeno na escola. Hehehe. Quando McCain, que não respeitava o tempo, se extendia nas respostas, jogando leseiras sobre Obama, Obama olhava para alguém (não sei se o repórter que mediava o debate ou seu acessor ou qualuqer outro) com um olhar de “Meu Deus, ele é doido???” e dava uma risadinha DISCRETA. Respeito. Já o vovô, quando Obama estava falando, ria descaradamente, tentando desacreditar Obama ou ridicularizá-lo. O que não conseguiu.

Ao longo de todo o debate, pelo olhar de Obama e pelas interrupções e longos discursos cansativos de McCain, deu a impressão de todos estarem respeitando o senhor senil, que j;a não sabe mais o que diz, mas que os bisnetos escutam e conversam com ele.

Mas a melhor parte do debate, foi quando McCain pela milésima vez na TV, repetiu que usa um bracelete que uma mãe de um soldado que morreu no Iraque deu a ele, e pediu que “ele fizesse de tudo para que a morte do filho dela não tivesse sido em vão”. Aí, Obama respondeu que ele também usava um bracelete, dado pela mãe de um sargento que também morreu no Iraque, e pediu que “ele garantisse que nenhuma outra mãe passasse pelo que ela estava passando”. Iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

Obama 10!

Eu acho que Obama ganhou o debate pela sua classe e clareza nas respostas, além de, claro, responder ao que o cara perguntava. McCain tentou usar uma postura agressiva, que eu acho que apenas refletia seu desespero e falta de bases. Tentou jogar baixo, citando inúmeras vezes que esteve na Guerra, soltando até um “eu me lembro, quando eu saí da prisão na Guerra em…”. Jesus. Ninguém merece. Mas onde McCain perdeu foi na falta de respeito para com Obama. Tsk, tsk, tsk. Eu não iria querer um presidente que não respeita os outros. Mas, sabe lá Deus o que se passa na cabeça de alguns americanos. Os jornalistas disseram que o debate foi um “empate”, mas a CNN fez uma enquete online, onde 39% dos internautas acharam que Obama ganhou, 37% acharam que foi empate e apenas 24% acharam que McCain foi melhor.

Depois do debate, a CNN entrevistou o vice de Obama, que deu respostas ótimas, por sinal, e queriam entrevistar Palin, mas ela negou. Acho que ela sabia que não saberia responder às perguntas. Daí, enviaram o antigo prefeito de NY, um babaca, que, dentre várias m*****, falou que Obama estava se utilizando da experiência de McCain, porque ao longo do debate, pelo menos 8 vezes Obama disse que o senador McCain estava certo. Ué. Ele dizia sim. “Ah, McCain está certo quando diz que nós precisamos cortar gastos. Mas eu vou cortas gastos assim e assim, enquanto o senador irá fazer assim, o que só dará lucro às grandes empresas.” Eram coisas desse tipo. Político é fogo, hein? Aí, agora de manhã já tem um vídeo no YouTube, da campanha de McCain, com isso. Outra coisa que odiei foi McCain repetir 15 mil vezes que “parece que o senador Obama não entende que…”. Ridículo.

Como eu sei que ninguém vai querer ver esse vídeo, alguns exemplos do que falei estão nos seguintes minutos:

1. Obama pedindo pra falar: 2:36

2. Obama falando para McCain, que não o encarava: 4:00

3. McCain não respeitando o debate, e falando sem poder: 4:50

4. Obama: “Ele tá doido?” 5:39

5. McCain tentando ridicularizar Obama: 6:40

Anúncios

2 respostas em “Primeiro Debate

  1. Eu acho que deveria ser proibido a que um candidato falasse mal do outro. Aqui em Natal a bagunça tá bem feia, com a desesperada da Micarla todo o tempo falando mal de Fátima. Ah, nem sei se vc viu no Kibeloco, mas Micarla copiou descaradamente a propaganda de Obama…mas ela trocou um violino por uma sanfona, pra ficar original! heheheh

  2. Nas nossas cabeças parece sem sentido eleger um presidente que ridicularize os outros, mas como a maioria das pessoas encara as campanhas como guerras… querem ver artilharia pesada.

    De qualquer maneira, os americanos são vítimas do seu próprio egocentrismo… se elegerem um presidente vindo de uma minoria… há uma luz no fim do túnel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s