GRE

Quem planeja fazer pós-graduação por aqui pode precisar fazer o GRE (Graduate Record Examination). Esses últimos meses me dediquei à preparação para a prova. Comprei alguns livros e estudei em casa mesmo. Existem cursos pra ajudar, como pro TOEFL, mas os livros (cujos autores são os que oferecem os cursos) são muito bons. A prova é no mesmo esquema do TOEFL. Vc marca pelo site ($140 aqui) e eles te mandam um CD pra ajudar a se preparar. Mas vc pode fazer o download do arquivo no próprio site da ETS (empresa que faz o TOEFL e GRE). Aqui, o CD chegou em uns 10 dias. Mas, pra quem tá fazendo de outros cantos, eu não tenho idéia.

A prova é de inglês e matemática, apenas. “Apenas”. Na primeira parte, são duas redações. Na primeira, eles dão dois tópicos (duas frases sobre alguma coisa) e vc escolhe um dois dois para escrever uma redação normal, em 45 minutos. Na segunda, eles dão um parágrafo de algum texto de alguém, e vc tem que apontar porque o texto é falho. Por exemplo, tem que dizer que ele usou amostragem insuficiente, generalizações e coisas e tal. Quem já fez ou sabe como é, pode explicar isso melhor. Depois disso vc pode tirar 10 minutos de intervalo.

Na parte seguinte, vêm as provas de inglês (que eles chamam de “Verbal”) e depois matemática, ou vice-versa. A prova de inglês é composta basicamente por 4 tipos de questões: analogias, antônimos, leitura e compreensão de textos e completar frases. Parece fácil… mas não é. Ao menos, para mim não foi. As palavras utilizadas são, em geral, bizonhas. Palavras que ninguém usa normalmente ou, se usa, eles escolhem o segundo ou terceiro sentido da palavra, que ninguém conhece. Na analogia, até aparecem palavras mais comuns, mas pra vc achar a relação… meio chato. Leitura e compreensão é chato, porque nessa prova toda (30 questões) vc tem 30 minutos pra fazer. E quando chega um texto, vc perde mto tempo lendo e desarruma tudo. Além disso, as questões são chatas. As questões de completar frase são razoáveis. Vc pode completar com 1 ou 2 palavras, dependando da questão. Mas, as frases não são simples… alguem são mais claras, mas outras…

A prova de matemática é um pouco melhor. São 28 questões e 45 minutos pra fazer. São 2 tipos de questão: comparativas e múltiplas respostas (ou algo assim). Nas comparativas, eles dão 2 número (ou duas expressões ou qualquer coisa!) e vc tem que comparar os dois. As possíveis respostas são (sempre): “A é maior que B”, “B é maior que A”, “Iguais”, “Poucas informações para afirmar”. O outro tipo é normal. Uma questão e 5 respostas. As questões podem ser de álgebra, aritmética, geometria, gráficos, probabilidade etc. Achei a matemática melhor que o inglês. Até porque eu já havia estudado matemática alguma vez na vida…

O grande lance dessa prova é que ela é “modelada”. Tipo assim, vc começa com uma questão fácil-média. Cada vez que vc acerta, a dificuldade aumenta. Cada vez que vc erra, a questão seguinte é mais fácil. Eles fazem isso pra encaixar vc num nível lá. Então, se vc a prova começa a ficar muito difícil, é um bom sinal. Também se vc acertar uma questão fácil vc não ganha mtos pontos. Errando uma difícil, talvez vc até nem perca pontos… é uma maneira interessante! Também é legal, porque eles dizem sua nota logo que vc acaba a prova. Bom, eles não dizem as notas das redações, mas td bem. Algumas universidades dizem a sua nota mínima pra poder aplicar pras elas. Então, quando vc sai da prova, vc já sabe se vai ter que fazer de novo ou não.

Um lance bom dessa prova também é que ela é “treinável” até certo ponto. A prova é a mesma, as questões são as mesmas. Na matemática, por exemplo, só mudam os números. Então, vc pode treinar treinar treinar e conseguir se dar bem na prova. Os livros, que eu falei no começo, inclusive dão técnicas pra vc detonar na prova. Dicas para vc resolver as questões mais rápido e tal. Ainda dão dicas para, quando vc não souber, excluir respostas e aumentar suas chances de acertar. É bom, vale MUITO a pena comprar os livros. A maioria deles vêm com CDs e/ou acesso ao site, assim vc pode treinar também. Essas dicas são tanto para a matemática quanto para o inglês. Inclusive, eles dão listas das palavras que mais caem na prova. Por isso eu passei tanto tempo estudando minhas palavrinhas.

Bom, em resumo, a prova é sim difícil, exige muito tempo de preparo e os nativos sempre terão vantagens. Mas, estudem e estudem e estudem que ao menos as notas mínimas nós conseguimos. 🙂

P.S.: Livros que eu comprei: Baroon, Princeton Review e Kaplan. O Princeton é muito bom, mas o site é horrível. O Baroon comprei só o livro de bolso, pra treinar no metrô. Bom. O Kaplan é bom, os cds são bons e o site é bom. Achei a melhor combinação. O ruim é que o treino dele na matemática é em 30 minutos, e não 45, como na prova, o que faz com que as últimas questões vc não consiga responder direito. Os livros não são exatamente caros, acho que vc encontra até no Amazon por $20 cada. Vale MUITO a pena. Melhor gastar muito em livros que pagar a prova de novo…

Anúncios

12 respostas em “GRE

  1. Legal!!! Agora conta como foi prá você, conta. Com aquele humor maravilhoso com que você contou sobre o outro exame. Vai… Pleaseeeeee….

    By the way, como você conseguiu colocar aquela carinha smile no canto superior direito dessa página???

  2. Poxa, valeu as explicações! Joguei no Google “onde fazer o GRE” e cai aqui, e valeu a pena ler. Dá pra ter uma boa noção, a qual eu não tinha nem um pouco. Espero que tenha se dado bem no seu teste. Obrigada, de novo. 🙂

  3. Fiz uma vez o GRE mas atingi uma média fraquissima (1000 Q + V), principalmente porque me perdi no tempo.

    Preciso treinar com simulados, mas nao tenho tempo para encomendar e esperar chegar os livros.

    Tu teria alguma coisa para download? Alguns simulados, etc?

    Abraço e muito obrigado.

    • Hum… agora vc me pegou. Eu acho que eu só estudei mesmo pelos sites dos livros que comprei. Mas, se não me engano, alguns grupos na net disponibilizam algumas partes dos livros. Tipo lista de palavras pro verbal ou alguns exercícios de matemática. Mas será que vc não consegue baixar os softwares?

      • Thaisa,

        Muito obrigado pelo seu relato. Pretendo fazer o mestrado nos EUA e teria de fazer o GRE e o TOEFL. Vi o o GRE tem outras provas, além de matemática. Pelo pouco que li, parece tem existe um GRE geral e um específico. É assim mesmo?
        Seu relato me ajudou muito, pois não tinha nem idéia de como seria.
        Beijos,
        Rodolfo

  4. É isso sim, Rodolfo. No GRE geral, as provas são somente de matemática, verbal e redação. Esse é o GRE que a maioria das universidades pedem. Algumas pedem o GRE específico da área. Não sei exatamente quais são, mas acho que tem física, química, biologia, psicologia… o site da universidade diz qual ele quer.

    Agora, normalmente as universidades não pedem GRE para mestrado. Melhor vc conferir – afinal, não vale a pena gastar o dinheiro e o tempo, se eles não pedem.

  5. Oi pessoal,

    Estou pensando em comprar a promoção de 3 livros da Amazon.com . Além disto estou em duvida com relação aos pré-requisitos. Por exemplo: eu quero ingressar na Universidade de Toronto em 2011 na area de finanças. Primeira pergunta, somente o GRE é preciso, ou o TOEFL também será? Segundo, se eu vou ingressar em 2011, devo prestar a prova em 2010? E a terceira e ultima pergunta, as provas são feitas aqui no Brasil? (no caso, moro em SP)

    Obrigado!

    • Oi Otávio!

      Não sei de nada sobre o processo para universidades no Canadá… Primeiro, aqui nos EUA, todas as universidades exigem TOEFL para estrangeiros. Nem todas exigem GRE, mas TOEFL, todas. Segundo, aqui, se você deseja começar as aulas em 2011, a aplicação deve ser feita (normalmente) até 10 meses antes. Considerando que os resultados (do TOEFL e GRE) podem demorar de 2 a 8 semanas para chegar… considere o deadline da universidade e se programe para fazer com muita antecedência. Sobretudo porque você vai enviar os documentos do Brasil até o Canadá, né? Em geral, as universidades americanas recomendam que os aplicantes internacionais considerem o deadline 1 mês antes (se o deadline é 31 de janeiro de 2010, considere 31 de dezembro de 2009). Para não ter perigo de não chegar a tempo.

      As provas são feitas no Brasil sim, mas, se não me engano, são feitas apenas 1 vez por mês, e não sei em que cidade. Cheque no site da ETS.

      Meu conselho geral é: desde já, vá no site da universidade e veja todos os pré-requisitos para aplicação. Se prepare com antecedência, providencie todos os documentos (originais e traduções oficiais, provavelmente) com antecedência, faça as provas, confira se seu resultado é bom o suficiente para aplicar (quanto mais alto, melhor), e envie tudo no mínimo 3 meses antes do deadline. Algumas universidades vão preenchendo as vagas a medida em que as aplicações chegam, outras deixam pra ver tudo no final. Como não dá pra sabe qual o processo da universidade, melhor considerar que quem envia antes, tem mais chance.

      Qualquer coisa, estamos aí.

  6. Thaisa,

    Faço doutorado em Psicologia atualmente na USP, e estou bastante a fim de trancar (ou largar, mesmo) e ir fazer um Ph.D nos EUA, em Psicologia. Sei que o GRE é pré-requisito para a maioria dos bons programas, e o melhor de todos (Stanford) pede tambémo GRE subject de Psico.

    Queria saber, em primeiro lugar, quais foram suas notas, e em qual Universidade e programa você foi aprovada.

    Além disso, queria saber como ficou a questão dos custos financeiros. Você conseguiu scholarship, fellowship? Se sim, como? E moradia, como você fez?

    Ainda estou no processo de começar a estudar para o GRE geral, então qualquer detalhe que você puder dividir será muito bem-vindo e agradecido!

    Parabéns pelo post, é uma raridade um relato desse tipo na Internet. Se quiser, pode me responder por e-mail.

    Bjo!

  7. Oi Thaisa! Gostei muito do seu texto.
    Será q vc teria como informar qto tempo vc precisou p se preparar? Estou querendo aplicar p fazer um mestrado em prótese dentária, só q o prazo p aplicar é até setembro de 2010. como já estamos quase em junho, fico sem saber se vale tentar p esse ano. Ainda não comecei a estudar nada, nem p toefl nem p o GRE. Já fiz intercâmbio então não sou ruim no inglês, mas como já faz quase 10 anos q morei nos EUA, preciso relembrar a gramática… o q acha?? bjss.

    • Oi Claudia,

      Eu passei cerca de 6 meses me preparando, se não me engano. A prova é bem chata pq gramática não ajuda exatamente… apenas pra parte escrita, mas pra parte “verbal”, vc precisa ter um vocabulário absurdo, com palavras que não se usam no dia a dia. Vários sites têm listas de palavras, vc pode dar uma olhada. Qnt ao TOEFL, é bem mais simples, especialmente se vc já morou aqui. De uma olhada no site deles pra ver qnd vc poderia fazer a prova (não sei a frequência de provas no Brasil) e qnt tempo demora mais ou menos pra vc conseguir o resultado. Eu enviaria os documentos com cerca de 1 mes antes do deadline (normalmente eles recomendam isso pra estudantes internacionais), pra ter certeza de que chegará antes do deadline.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s