Corrida de roupa íntima

NY tem umas coisas muito curiosas. Ontem aconteceu a Jamaican Underwear Run no Central Park, que nada mais é do que a “corrida jamaicana de calcinha, sutiã e cueca” (certos nomes ficam muito melhor quando não são traduzidos, né?). Se não me engano, essa foi a segunda corrida, que acontece(rá) todo ano, na sexta-feira que precede o Triatlo de NY. É uma corrida curta, de 1.7 milhas (2.7 km) e que não tem nada demais, nada de especial… bom, a não ser o fato de que os participantes correm de roupa íntima!

Jamaican Underwear Run 2010Podem falar o que quiserem, mas eu achei super legal! Estou (estamos?) cansada(os?) de viver num mundo em que a forma física é essencial. Deixou de ser legal a muito tempo… e agora, não basta ser magra. Tem que ser magra, definida, com abdome tanquinho, bumbum durinho, etc etc etc. É muita pressão! E por mais que a gente diga que não liga, é mentira. Na hora de colocar um vestido que fica mais colado, a autoestima vai por água abaixo, andar abaixo, rua, ladeira, cidade, e não volta por 3 semanas. Atividade física, comer bem, tudo ajuda, mas é lento, e não vendo os resultados, perdemos o estímulo, o incentivo. Bom, deixando de filosofar, que esse não é o ponto. O ponto é que, numa cidade como NY, em que aparência é tudo, as pessoas perdem a vergonha e encaram uma corrida de quase 3km de calcinha e sutiã. Não me venham os puritanos dizer que isso é pouca-vergonha, desnecessário (ou causa nojo?). Acho que é uma forma simples e divertida de deixarmos de lado, nem que por 1 hora, o nosso padrão de beleza e nossa preocupação com aparência. E correr, pelo simples prazer de correr.

Go Topless Portest 2009Na mesma linha (já tô imaginando o tipo de comentário que vou receber por aqui…), acontece o National Go Topless Protest. Como vocês podem imaginar, é um protesto para que as mulheres tenham o mesmo direito que os homens de andar sem camisa. Não sei examente minha opinião sobre isso, por isso não quero polemizar. Estou passando informação apenas porque, como no Underwear Run, achei uma coisa curiosa. Se você gostaria de partipar, se informe aqui. Esse ano, a passeata acontecerá no dia 22 de agosto, acho que também no Central Park.

Estou planejando ir na Underwear Run do ano que vem. Quem sabe? O Go Topless…. é mais arrojado. Não acho que estou nova-iorquina o suficiente para encarar. Alguém se habilita? 🙂

Anúncios

7 respostas em “Corrida de roupa íntima

  1. Aqui no Brasil não rola… pelo simples motivo de que este ainda é um país muito machista. Apesar da gente falar do oriente médio, quem já não viu na TV, estuprador se justificando com o fato de uma mulher usar roupa curta ou provocativa… e muita gente, inclusive mulheres, concordando?

  2. Não generalizem. Há muitos homens que não são machistas e quase todos não são estupradores. e eu não concordo que a culpa de uma mulher ser estuprada é da roupa que ela estava usando. Se isso acontece é por culpa de um idiota criminoso. Mudando de assunto, parabéns pelo blog. Ele é excelente.

  3. Não sou a favor de mulheres sem camisa. Sem sutiã eu apóio! É desconfortável, chato! Mas sem camisa… não é machismo. Talvez comodismo. Seria uma oooonda passar a ver mulheres sem blusa na rua. Óbviamente seios chamam mais atenção que o peitoral masculino. Bem, há anos era uma oooonda ver homens se beijando e hoje não achamos nada de mais. É, pensando bem, talvez nossas filhas nunca tenham marquinhas de biquini!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s