Chelsea – comida, arte e a comunidade gay

Propagandas para o público homossexual

Apesar do Stonewall Riot ter acontecido no Greenwich Village (onde fica o bar Stonewall Inn), Chelsea é tido como o bairro gay (gayborhood?) de NYC. Achamos NY uma cidade gay-friendly – especialmente em Chelsea você se depara com essa realidade. Não sabemos de onde vem a história, mas aparentemente foi o bairro escolhido por vários casais gays para morar. E é isso que você encontra: casais gays andando de mãos dadas, abraços e beijos nas ruas – tudo que casais heterossexuais fazem em qualquer outro lugar. Aqui é normal então, se você é contra, recomendo que tente abrir sua cabeça ou então realmente evite Chelsea. Não que você não vá encontrar em outros cantos da cidade mas, como falamos, aqui a proporção é bem maior. Inclusive, várias propagandas em ponto de ônibus/telefone público são voltadas a comunidade gay.

Bandeira do orgulho gay

Isso faz com que vários restaurantes, lojas, cafés, galerias etc., exibam a bandeira do orgulho gay, o que não significa que são estabelecimentos gays: são locais que apoiam o movimento pelos direitos iguais. Talvez Chelsea seja até um bom bairro para conhecer um pouco mais sobre o homossexualismo – andar pelas ruas e ver que, diferente do que alguns imaginam por aí, as pessoas são absolutamente normais, dignas, e querem apenas viver suas vidas, assim como você e eu.

Bandeira do orgulho gay

Chelsea tem ótimos restaurantes, bares e cafés que valem a pena conhecer, além de várias galerias de arte. Nós recomendamos o Chelsea Market, na 9a avenida entre as ruas 15 a 16, onde você pode (deve!) tomar um café no Ninth Street Espresso, que nós consideramos um dos melhores cafés de NY. Fique atento porque: 0) eles só aceitam cash; 1) nos referimos a cappuccinos; 2) cappuccino aqui não tem canela nem chocolate; 3) a xícara (ou copo) é pequena, leva 3 doses de espresso e te deixa ligado o resto do dia. Para acompanhar o café, passe na Amy’s Bread e compre qualquer coisa – tudo lá é bom, os sanduíches são fantásticos e o sticky bun é divino (porém gigante). Aproveite e estique a visita até o almoço ou jantar e coma no Green Table, que serve comida orgânica e local: o hamburguer, o chicken/beef pot pie e o beef bourguignon são ótimos. Prove também a cerveja Allagash. Pratos de $15 a $20 por pessoa. Vá ao Chelsea Thai para algo mais barato (as porções são bem grandes… então, sugiro que divida um prato com alguém e guarde espaço para um café e uma sobremesa). De sobremesa, além das delícias da Amy’s bread, você pode se deliciar com um brownie fora-do-comum da Fat Witch (mas se você for entre as 5 e 7 da tarde/noite, o brownie custa metade do preço!), cookies ou cupcakes da Eleni’s (nunca comemos), sorvetes da L’Arte del Gelato ou chocolates ou cookies do Jacques Torres (caros, mas você pode comprar um e curtir…). Além das comidas, o Market tem uma loja de vinhos super boa, uma livraria, uma loja de coisas para cozinha e uma loja de roupas, a Anthropologie. As demais lojas nós não conhecemos/nunca entramos/nunca comemos, mas vale a pena passear por lá. O famoso restaurante japonês do Iron Chef Morimoto também fica lá.

Outros lugares legais por Chelsea são:

  • Chelsea Brewing Company: uma cervejaria que fica no Chelsea Pier, na 11a avenida na altura da rua 20;
  • Highline: é um parque suspenso, feito em antigas linhas de trem. Interessante. Tem alguns lugares para sentar e se bronzear (como vários nova-iorquinos fazem…), legal também para fazer picnics em dias de clima agradável;
  • Café Grumpy: esse lugar é um segredo. O café é bem gostoso, e, diferente do Ninth Street, eles servem café normal, espresso, cappuccino, etc. Um dos lances desse lugar, é que eles servem um café de $10 (ou $12, não lembro), que é tido como O café de NY. Um café normal, em deli, custa cerca de $1. No Starbucks, $2. Aqui, $10/$12. Se vale a pena nós não sabeoms, já que eu nunca provamos, mas iremos em breve ((re)fazemos aqui o convite para quem quiser ir conosco). Ele fica na rua 20, entre a 7a e 8a avenidas. O pulo do gato desse café é que ele não tem identificação/placa na entrada. Eu já tomei o cappuccino de lá e só achei porque eu tinha decorado a fachada da loja. Você pode levar o número do lugar. Vai fazer o mesmo efeito… 🙂 ;
  • Joe: nós citamos o Joe aqui, pela loja que fica na rua 13 entre a 5a avenida e a University place. Outra loja fica na rua 23, quase na esquina da 9a avenida (eles tem outras lojas espalhadas pela cidade. Cheque no site). É também um café bem gostoso mas, novamente, só tomamos o cappuccino.
  • Co.:  esse lugar tem pizzas bem gostosas, mas é sempre cheio… A ênfase aqui é na massa da pizza, já que o dono/chef/criador é dono de uma famosa padaria aqui em NYC.
  • Apple Store: fica na rua 14 com a avenida 9, pertinho do Chelsea Market. Três andares de produtos da Apple.
  • WestSide Market: nós gostamos muito desse mercado. É um mercadinho cheio de coisas deliciosas, queijos, molhos, comidas prontas… se estiver passeando por perto, de uma passadinha e leve algo para comer em casa/no hotel. Fica na 7a avenida, entre as ruas 14 a 15.

Agora vocês já sabem onde nos encontrar :).

Anúncios

4 respostas em “Chelsea – comida, arte e a comunidade gay

  1. Eu recomendaria também a Billy’s Bakery que vende uns bolos bem deliciosos.
    Ainda em Chelsea, The Cookshop é um restaurante bem legal com pratos deliciosos como o com rabbit e outro com quail. As sobremesas são super gostosas também.
    Para um almoço bom e barato eu sugiro o restaurante thai Room Service na 8th Ave.
    E finalmente, para um dos melhores sushis da cidade, eu recomendo o Blue Ginger. Eu que nem gostava de sushi passei a amar!
    Para comer Paella, eu recomendo o Socorrat que tem uma mesa comunitária gigante!
    E de sobremesa eu sugiro dar uma passada no El Cocotero e pedir a Torta Tres Leches. Para quem gosta e côco e leite condensado é a sobremesa ideal.
    E para fazer a digestão eu sugiro uma caminhada pela 22nd street entre a 9th Ave e a 10th Ave. Essa rua é cheia de brownstones que deixam a rua super charmosa….

  2. E mais uma dica, o restaurante Buddakan é um restaurante ao lado do Chelsea Market que eu sugiro para quem quer conhecer um restaurante moderno e badalado, com comida boa e que não é tão caro quanto outros do tipo.
    O Hiro Lounge no Maritime Hotel é outro local legal para sair, tomar uns drinks e conversar.

  3. Adorei isso de bairro gay. Queria passear e ver pessoas felizes exibindo sua liberdade! Aqui, infelizmente, os gays ainda sentem necessidade de esconder quem ama por causa da limitação da mente de alguns seres…

  4. Pingback: High Line Park, Chelsea Market, Bleecker Street. « Porronca's

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s