Mais perto dos 30 do que dos 20

[ warning: post fortemente egocêntrico segue ]

No meu aniversário desse ano, Thaisa me falou uma coisa que ressoou comigo: “nossa, já tá mais perto dos 30 do que dos 20”. Mesmo não sendo exatamente correto, afinal estou fazendo 26 e desde os 25 estou mais perto dos 30 do que dos 20, me fez parar pra pensar. Não sou mais adolescente faz tempo, mas agora estou lentamente fazendo a transição de “jovem” pra “adulto”. Estou naquela fase entre “tem que pagar imposto, seguro do carro, aluguel” e “tem que trocar as fraldas”.

Meus 25 anos tiveram várias coisas boas e algumas ruins. A pior de todas é e, na verdade, vem sendo, a distância que vai se criando quanto mais tempo ficamos longe dos amigos que ficaram no Brasil. Quando você não encontra as pessoas com regularidade e todo seu contato é através de Twitter, Facebook e Orkut, se perde muito da convivência que realmente forma amizades. Também termino meus 25 anos com a sensação que ando trabalhando demais, algo que quero ajustar para os 26.

26

Nunca achei que fosse chegar tão rápido

No lado positivo, fortaleci meus interesses por fotografia e por corrida (hoje corro regularmente e por prazer!), nos mudamos para um apartamento bem melhor em uma região melhor da cidade e tudo anda dando certo no meu trabalho e na faculdade de Thaisa. Como estou correndo 3 ou 4 vezes por semana e estamos nos alimentando super bem, finalmente consegui perder peso de maneira sustentável: finalmente baixei da marca dos 100kg e acho que voltei ao peso que tinha quando saí do Brasil.

Resolvi fazer uma lista de coisas que quero realizar com 26 anos e torna-la pública, talvez como incentivo extra para realizá-las:

  • Conseguir um work/life balance melhor – trabalhar menos, curtir mais a vida;
    • Difícil de quantificar, mas quero chegar no meu próximo aniversário com a sensação que tive um ano menos estressante;
  • Correr um 5K;
  • Correr um 5K em 30 minutos ou menos;
  • Correr um 10K;
  • Andar de bicicleta;
  • Fazer um curso de fotografia;
  • Viajar pra Europa (com Thaisa, claro);
  • Chegar a um BMI (IMC) de 26.4: 200 pounds ou 91kg;
  • Fazer a cirurgia de miopia e deixar de usar óculos/lente.

É isso, rumo a 20 de setembro de 2011.

Anúncios
Publicado em Uncategorized por Daniel. Marque Link Permanente.

Sobre Daniel

Me formei em computação pela UFRN, fiz pós-graduação na PUC do Rio de Janeiro, moro em Nova York com minha esposa, sou engenheiro de software no Google. A queda de braço entre viver o que sempre sonhei e estar longe da família e dos amigos é constante.

6 respostas em “Mais perto dos 30 do que dos 20

  1. Majô, iremos com certeza. Inglaterra e França serão prováveis destinos, já que temos amigos nos dois países. Beijo pra você, espero que esteja dando tudo certo no seu PhD.

  2. Morar longe deve ser complicado, mas não se engane, eu moro na mesma cidade que meus amigos e mesmo assim quase nunca consigo me encontrar com eles. E não fique com medo dos 30, eles não são tão ruins assim. 🙂

    (Fazemos aniversário na mesma semana do Chefe, devia ter uma festa exclusiva pra gente como a gente)

  3. Problemas com Imposto de Renda, hein…

    Uma amiga certa vez me disse que realmente entrou na vida adulta quando começou a pagar impostos… eheheh!

    Bem, a marcha do tempo é cruel e parece nos distanciar dos amigos, dos bons momentos… não é fácil!

    Ah, queria poder dizer algo legal, mas o dia hj não é dos melhores. Se te consola, enquanto vc faz planos para os 26, eu já faço para os 27! 😀

    Abração, irmão! Pra você e para Thaisa! Desculpe ficar eras sem dar notícias… Boa sorte nas metas!

  4. Oi Daniel,

    Primeiro, parabéns pelo Blog de vocês…estou indo pela terceira vez em NY e pela primeira vez com minha esposa, que fala pouco inglês e nunca pisou na neve, e o blog de vocês está sendo uma referência pra gente planejar a viajem.

    Sempre vou nessa época do ano (fevereiro) por conta de um evento que vou participar (Kidscreen Summit, no Hilton) e sempre fico em Manhattan, gosto muito daí, muito mesmo e vejo que vcs tem a mesma paixão pela Big Apple.

    Rasgação de seda à parte, escrevi porque o post é sobre corrida. Dá pra correr por ai (no central park ou em outro lugar) nessa época? Você poderia me dar algumas dicas? Sou novo na corrida, na verdade jogo basquete, mas no intervalo de Dezembro e Janeiro eu não treino, dai compenso com a corrida…e nesse ano gostaria de continuar com ela regularmente, porque serão 15 dias ai de muita comilança principalemte 🙂

    Queria saber o que usar, e onde posso comprar isso mais em conta por ai (tênis e vestimentas próprias).

    Grande abraço e mais uma vez, parabéns pelo blog!

  5. Juliano, você está vindo para a cidade certa. Todo mundo corre em NYC, nas ruas e nos parques. Dependendo de onde você ficar, correr no parque é uma excelente opção (sempre muita gente correndo por lá) ou então você pode procurar outras rotas – por exemplo, o Riverside Park no lado oeste da ilha é excelente para correr. Em termos de lojas você também vai ter muitas opções, desde lojas especializadas em corrida (como a http://jackrabbitsports.com/) até lojas gerais de material esportivo (como a http://www.rei.com/ e a http://www.paragonsports.com/).

    Em relação ao que usar pra correr, depende um pouco do dia. Aqui vai uma lista básica:
    – Parte de baixo: tights, calças e shorts.
    – Parte de cima: camiseta, jaqueta.
    – Luvas;
    – Protetor de orelha (se achar necessario);
    – Meia e tênis (claro).
    Dependendo da temperatura você pode precisar usar todos os items, mas somente nos dias mais frios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s