High Line: um parque suspenso

A High Line é um dos parques mais badalados da cidade, até porque é um dos mais recentes: foi aberto em 2009 e, desde então, está sempre lotado de turistas. É um parque diferente dos tradicionais: é construído nos trilhos elevados de uma antiga ferrovia que corria no lado oeste da cidade. No parque (em cima dos trilhos) você tem boas vistas do Rio Hudson e das avenidas 9 e 10. Vale a pena visitar o High Line se você estiver por Chelsea ou passeando pelo Meatpacking District no lado sudoeste da cidade – é de graça e é um passeio relativamente curto, em 30 min você consegue ver tudo. A única coisa negativa é que, por ser tão badalado, vive cheio, as vezes sem lugar pra sentar e descansar. O parque em si não tem lugares pra comprar comida, embora esteja bem perto do Chelsea Market, um dos nossos lugares favoritos para comer na cidade. O parque tem um banheiro público na altura da rua 15.

O “theater” na High Line, por John Dalton

O elevado onde o parque se encontra tem várias entradas, então você pode também fazer somente uma visita parcial (por exemplo, entrando na rua 14 e saindo na rua 23). O site do parque www.thehighline.org tem todas as informações sobre as entradas, os horários de funcionamento, história do parque, etc. Uma última dica: uma das coisas mais bacanas da High Line é a história do parque e do elevado onde ele se encontra. Se você tiver paciência, dê uma lida na história do parque na Wikipedia – uma história de mortes, frozen turkeys e até cowboys. É muito mais legal passear pelo parque imaginando a cidade no começo do século 20 e como as pessoas viam os trilhos naquela época.

Hoje tivemos uma oportunidade fantástica de fazer um passeio pela terceira seção da High Line, que corre do cruzamento da 10a avenida com rua 30 até o cruzamento da 12a avenida com rua 34. Essa seção não só ainda não está aberta ao público como ainda nem foi construída – uma chance legal de ver os trilhos no seu estado “natural”. Abaixo algumas fotos do nosso passeio– muito metal enferrujado, muito mato e uma sensação de estar andando no passado.

Começo dos trilhos, na avenida 12 com rua 34.

O Empire State Building, entre os arbustos da High Line.

Cruzamento de trilhos na nova seção da High Line.

Trilhos da High Line, rio Hudson.

Vista da avenida 11, do topo da High Line.

Anúncios
Publicado em ny, passeios por Daniel. Marque Link Permanente.

Sobre Daniel

Me formei em computação pela UFRN, fiz pós-graduação na PUC do Rio de Janeiro, moro em Nova York com minha esposa, sou engenheiro de software no Google. A queda de braço entre viver o que sempre sonhei e estar longe da família e dos amigos é constante.

Uma resposta em “High Line: um parque suspenso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s