Comidas em NY: comida ruim, comida boa.

Já moramos aqui em NY a 7 anos e já nos acostumamos à comida daqui – dos EUA, em geral. Mas, nesses 7 anos já recebemos muitas visitas e já vimos muitos brasileiros que vem morar aqui e, inicialmente, a comida aqui pode ser difícil.

Chegamos aqui numa manhã de sábado de 2007. Nossa primeira refeição em terras to Tio Sam foi um almoço no restaurante tailandês. Eu tinha 23 anos e nunca havia saído de Natal. Comida boa para mim era tapioca, cuscuz e churrasco. Sem pimenta. Apesar de ter gostado do curry que pedi, achei MUITO apimentado e não consegui (literalmente) comer mais do que 1 colherada. Voltei a esse restaurante várias vezes depois dessa primeira ocasião, até que cerca de 1 ano depois eu pedi o mesmo prato e comi inteiro, sem morrer, achando uma delícia. É tudo questão de costume. Nós gostamos muito de provar coisas novas. Vcs já devem ter visto isso em outros posts. Adoramos provar culinárias tradicionais, pedir pratos que não sabemos o que é (sweet-breads, never forget) e tentarmos. Mas eu sei que isso não é característica comum, nem certa nem errada. Ao longo desses anos, com fracassos gigantes ao levar visitas a restaurantes “diferentes”, aprendemos algumas coisas…

Uma coisa para se entender sobre NY (e talvez os EUA) é que ela é uma cidade (país) de imigrantes. Aqui vc encontra de tudo, tudo original, tudo misturado. E a mistura ou a tradição não são fáceis de se aceitar de cara. E você não teria que aceitar, claro. Gosto é gosto e acabou-se. Acho que o importante é se conhecer e setar suas expectativas.

Antes de tudo, comida em NY não é apenas hamburger e pizza. Mas pode ser, se é isso que você quer. Se é o que você quer, você encontrará opções para o seu gosto e opções que você não vai gostar. Tem gente que adora o BurgerKing. Tem gente que odeia. Tem gente que adora pizza brasileira. Tem gente que odeia. Então, antes de chegar aqui, essa lista de perguntas poderá ajudá-lo a encontrar lugares para comer. Para cada pergunta, coloquei algumas sugestões de lugares.

Pergunta 1:

  • O que eu como normalmente? O que você come normalmente? Você é dos mais tradicionais, que come arroz e feijão todo dia, e vai sentir falta disso em 2 dias?
    • Resposta: SIM! Solução: procure os comer em um restaurante brasileiro pelo menos a cada 2 dias. Não existem muitos pela cidade e eles não são muito bons, mas ao menos você encontrará uma comida mais ou menos parecida com o que você está acostumado. Na finada “Little Brazil”, hoje quase inexistente, você encontra o Ipanema. Fui lá com meus pais ano passado e a comida era ok. Cara pela qualidade, mas ok. Acho que mata a saudade do arroz com feijão.
    • Resposta: NÃO! Solução: siga para a pergunta 2.

Pergunta 2:

  • Você gosta de temperos novos? Não me refiro aqui à cebolinha ou salsa ou manjericão. Estou me referindo a temperos diferentes, sabores fortes, que você nunca havia provado. Você já pediu um prato sem saber o que era e adorou? Você já viajou para lugares com a culinária completamente diferente da que você está acostumado e você curtiu? Você é do Sul e foi para o Pará e provou jambu? Você é do Norte e foi para Natal comer picado? Você é brasileiro e foi pra China e comeu sabe-deus-o-que e curtiu?
    • Resposta: SIM! Solução: você gosta de se arriscar e tem facilidade em lidar com sabores novos. Procure ousar em lugares diferentes! Que tal um restaurante turco? Tradicional americano? Mexicano? Chinês? Indiano? A dica aqui é estar aberto a sabores novos e não morrer se você não gostar. Provou, não gostou? Passa pra próxima. Mas você arriscou. Para o café da manhã, pode ser um Starbucks nosso de cada dia ou você pode ir a outros coffee shops da cidade. Se você quer sentar, o Sarabeth (qualquer um) no final de semana, pode ser uma boa opção de brunch. Mas, minha recomendação é o Elephant and Castle. Elephant and Castle –> Eggs Benedict on French Toast. You’re welcome. Se você gosta de comida apimentada, o Num Pang (da Camboja) tem sanduíches (e cerveja) para um almoço rápido. Falamos sobre esse lugar aqui. Se a disposição for grande, você podem arriscar o Red Rooster, que fica no Harlem, e é uma mistura de culinária tradicional do sul dos EUA (fried chicken, bbq, corn bread, mac ‘n cheese, etc.) com temperos africanos. Fomos lá uma vez e adoramos! O jantar pode ser no Pinto, um restaurante tailandês super aconchegante, ótimo para um casal ou um grupo pequeno de (4?) amigos. Se o grupo é maior, arrisquem o Queen of Sheba, um restaurante etíope, recomendado por um amigo etíope, que falamos aqui, ou um hambúrguer do leste europeu no Korzo. Se você tiver tempo de ligar e fazer uma reserva, recomendo o Graffiti, que também já falamos aqui, e o Kuma Inn, de tapas asiáticas, especialmente porque o Kuma Inn é BYOB (Bring Your Own Beverage, ou seja, traga a sua própria bebida – vinho ou cerveja. Normalmente vinho.). Atenção: essas opções de restaurantes aqui não são para pessoas que não se arriscam. 
    • Resposta: NÃO! Solução: siga para a pergunta 3.

Pergunta 3

  • Você está disposto a arriscar minimamente? Você ficaria nas culinárias mais populares, mas iria para uma coisa mais tradicional (o que significa “é pizza, mas talvez não seja a pizza que você está acostumado mas eu vou topar mesmo assim”, por exemplo)?
    • Resposta: SIM! Solução: procure os lugares mais conhecidos pelos locais das culinárias que você já sabe que você gosta. Normalmente isso significa culinárias italiana e japonesa. Eu não gosto de sushi, mas muitos brasileiros já nos disseram que o sushi daqui é completamente diferente do sushi brasileiro – e que o brasileiro é bem melhor. Você pode até arriscar o sushi daqui, mas eu não garanto que você vai gostar. Sendo assim, eu recomendaria restaurantes italianos tradicionais – ou seja, evite Little Italy! Se você está disposto a arriscar um pouco e gosta de comida levemente apimentada, o Chipotle é uma opção. Se comida apimentada não é o seu forte, evite culinárias mexicana, americana, africana (qualquer lugar) e asiática (qualquer lugar). Ainda assim, não é garantido que a culinária italiana venha com ZERO de pimenta. Pimenta do reino aqui é comum… Você também pode tentar hamburgers tradicionais americanos (Burger Joint, por exemplo), pizza (Numero 28), Spaghetti Carbonara (Luzzo’s– não está no cardápio, mas vale a pena pedir!), Fried Chicken (Red Head ou Back Forty). Para uma opção romântica para o casal, recomendo o restaurante francês minúsculo Vin sur Vingt, onde o bartender era brasileiro, ou o Taureau, de fondue. O Taureau  precisa de reserva e é BYOB. Recomendo para casais ou para grupos pequenos (até 4 pessoas).
    • Resposta: NÃO! Solução: siga para a pergunta 4.

Pergunta 4

  • Você vai ficar feliz comendo apenas pizzas e sanduíches?
    • Resposta: SIM! Solução: Escolha o que você já conhece: Pizza Hut, BurgerKing, McDonalds, Subway. Quem sabe arrisque um Wendy’s.
    • Resposta: NÃO! Solução: Faça as refeições principais em “safe bets”. Café da manhã no Starbucks (comida média, café HORRÍVEL!, mas aqui é difícil encontrar café bom. Nem tente), almoço no Olive Garden (Times Square ou 23 com 6a), jantar no Outback. Uma opção para quem estiver na região da Union Square na hora do almoço (13 com 5a) é o Vapiano, que é mais ou menos o estilo do Spoleto no Brasil.
Anúncios

9 respostas em “Comidas em NY: comida ruim, comida boa.

  1. Vou dar meu pitaco sobre o café, já que adoro café bom e forte. Em muitos lugares, inclusive no Starbucks, é possível encontrar café expresso. Pronto!
    Minha experiência de Starbucks: pedi um café forte, da máquina de expresso, e uma xícara de leite. A moça me olhou com uma cara esquisita, como se eu fosse marciana, mas me deu exatamente o que eu queria, o café veio parecendo um lodo preto (hummm). Misturei os dois e tive meu capuccino perfeito. O americano sabe bem o que é um expresso, talvez a gente pague caro por isso, mas aqui no Brasil o café expresso também é caro, considerando que é produto nacional…
    Outra dica: no Wall Greens tem cafés especiais, inclusive café moído na hora, e a maioria dos hoteis tem cafeteira, então… aproveite!
    Mas dou o braço a torcer, aquela água pintada de marrom que servem em todos os lugares não é café mesmo… Eu já nem pedia mais…
    Agora vou dar o meu pitaco sobre feijão. Eu sou do sul, então aqui a gente come feijão preto, preferentemente. Se você gosta de feijão preto, ótimo, porque existe muito feijão enlatado mexicano. Compre aqueles que dizem “em água e sal”, é mais garantido. Dá para comer sem susto! E conforme o lugar onde você está hospedado, dá para temperar do seu jeito. Quando viajo com meus filhos, é na lata de feijão mexicano que a gente se atira…
    NY tem tanta opção de comida maravilhosa, mas em qualquer lugar você pode comer um bom steak, que é basicamente carne grelhada de boa qualidade, e sempre tem massa e peixes nos restaurantes também… evite se entupir de batata frita e pão!
    Outra coisa que eu acho fantástico em NY é que em todo o lugar, cafeterias também, a gente pode comer sopas, das mais variadas, e muitas saladas. É uma opção barata e leve, tanto para o meio-dia como para a noite.
    Espero ter ajudado.

  2. Olá, na verdade gostaria de fazer uma pergunta! Vocês do blog prestam algum tipo de serviço à turistas brasileiros de “guia”, para estar visitando e conhecendo melhor a cidade?
    Se a reposta for NÃO, saberiam indicar brasileiros que prestem este tipo de serviço, estamos chegando em NY agora em, outubro. Obrigada, Ana Paula.

    • Oi Ana Paula. Não fazemos esses serviços, mas dei uma procurada aqui e encontrei (e conversei) com essas meninas que fazem, a Cecília e a Cristine. Elas fazem tours personalizados e cobram a partir de $50/h para grupos de até 3 pessoas (+$15/hora para cada pessoa extra, excluindo crianças). Entre em contato com elas (https://www.facebook.com/dignyexperience) e diga que eu recomendei. E, por favor, entre em contato comigo por email. Queria conversar com vc sobre isso. Obrigada!

      • Que legal! estou indo com meu namorado dia 13/10, vou dar uma olhada neste face que vc indicou. A propósito estou adorando sua pagina, tem alguns dias que estou revirando ele aqui. bjo

  3. Olá thaisa!

    Sou a priscila e fizemos o passeio por nyc ano passado, lembra?
    Trouxe a melhor lembrança de todas!! Veja no meu insta _pri_oliveira
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s